Qualidade da embalagem na esterilização hospitalar

CME

Confirmada a limpeza e a integridade, os produtos precisam ser embalados para garantir a manutenção da esterilidade até o usuário final.
A embalagem deve permitir uma abertura fácil sob condições assépticas. O sistema de barreira estéril é uma barreira microbiótica que impede a recontaminação microbiana em condições definidas.

Como funciona o sistema de barreira estéril:

As principais funções primárias do sistema de barreira estéril (embalagens) são: permitir a esterilização do conteúdo, até que sejam utilizados e permitir a apresentação asséptica do material, protegendo-o de possíveis contaminações.

 

Algumas das características que uma embalagem deve possuir são:

• Permitir a penetração do agente esterilizante e o contato direto com os itens e as superfícies a serem esterilizados e, ainda, a remoção posterior do agente esterilizante;
• Ser livre de ingredientes tóxicos e corantes não fixos que manchem os materiais;
• A “memória” (permanência de dobras) da embalagem deve ser mínima;
• Acomodação segura dos itens;
• Resistir, ao máximo, aos danos que possam provocar rasgos, delaminações que coloquem em dúvida a esterilidade dos materiais;
• Possibilitar a vedação hermética adequada;
• Ser inviolável e capaz de selar uma única vez;
• Permitir a remoção completa do ar do interior da embalagem; e
• Desprender o mínimo de partículas sobre o material.

A embalagem tem influência considerável sobre o resultado da esterilização, portanto, o sistema de embalagem deve ser compatível com o sistema de esterilização. A embalagem não pode absorver o agente esterilizante acima do nível normal, nem sofrer qualquer tipo de alteração.
Para garantir a qualidade do processo de esterilização são necessárias medidas que evitem a recontaminação do artigo após o seu processamento, seja no armazenamento, transporte ou durante a manipulação da embalagem.

Por ser extremamente importante para o sucesso de todo processamento de instrumentais, as embalagens utilizadas nas Centrais de Materiais devem possuir altíssima qualidade. A H. Strattner possui uma ampla linha de embalagens para material cirúrgico, tanto grau cirúrgico quanto o Tyvek®, para atender as diferentes demandas na CME.

Todos os nossos produtos possuem conformidade com a norma NBR 14.990, cujas principais propriedades são:
• Gramatura do papel de 60g/m2 e 70g/m2;
• Filme laminado de Poliéster com Polipropileno e Polietileno;
• Livre de rasgos, dobras ou variações de espessura;
• Impressos com indicadores químicos e número de lote;
• Porosidade controlada;
• Livre de cargas minerais e branqueador óptico;
• Alta barreira microbiana;
• Eficiência de Barreira Bacteriana (BFE);
• Eficiência de Barreira Viral (VFE); e
• Eficiência de barreira microbiana pós esterilização (ISO 11607-1).

Conheça mais sobre nossas embalagens consultando nossos especialistas!

Referências bibliográficas:
Práticas Recomendadas SOBECC, 6ª edição – 2013;
Procedimento correto para o reprocessamento de instrumentos.

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts
relacionados

Utilizar caixas de esterilização de transdutores na CME pode ser uma excelente escolha para prolongar a vida útil dos equipamentos.

CME

24/07/2020

Caixas para esterilização de transdutores BK Medical

Utilizar caixas de esterilização de transdutores na CME pode ser uma excelente escolha para prolongar a vida útil dos equipamentos.

Leia mais
Conheça a linha de lavadoras automáticas de comadres, papagaios e afins da Matachana e seus principais benefícios.

CME

28/04/2020

Lavadoras de comadres e papagaios na pandemia

Conheça a linha de lavadoras automáticas de comadres, papagaios e afins da Matachana e seus principais benefícios.

Leia mais
Devido aos grandes avanços da medicina é importante dar mais atenção ao reprocessamento de materiais e instrumentos usados nos procedimentos.

CME

14/04/2020

Os avanços na CME através dos progressos da medicina

Devido aos grandes avanços da medicina é importante dar mais atenção ao reprocessamento de materiais e instrumentos usados nos procedimentos.

Leia mais
Entenda qual o papel das embalagens para garantir o sucesso no reprocessamento de instrumentos e materiais cirúrgicos.

CME

12/02/2020

Como garantir a eficácia do reprocessamento de instrumentais?

Entenda qual o papel das embalagens para garantir o sucesso no reprocessamento de instrumentos e materiais cirúrgicos.

Leia mais
Conheça os tipos de sujidade e quais são as indicações de detergente ideais para aumentar a eficiência da limpeza de instrumentais na CME.

CME

07/11/2019

Como escolher qual detergente usar na CME?

Conheça os tipos de sujidade e quais são as indicações de detergente ideais para aumentar a eficiência da limpeza de instrumentais na CME.

Leia mais
Conheça a MAT LD1000, a termodesinfectadora que compõe a nova geração de lavadoras equipamentos de limpeza e desinfecção da Matachana.

CME

10/09/2019

Produtividade, eficiência e economia na CME

Conheça a MAT LD1000, a termodesinfectadora que compõe a nova geração de lavadoras equipamentos de limpeza e desinfecção da Matachana.

Leia mais
Em um procedimento cirúrgico, a qualidade e precisão das lâminas cirúrgicas interferem diretamente no sucesso do procedimento, entenda!

CME

13/09/2018

Como a enfermagem pode auxiliar na excelência de procedimentos cirúrgicos?

Em um procedimento cirúrgico, a qualidade e precisão das lâminas cirúrgicas interferem diretamente no sucesso do procedimento, entenda!

Leia mais
A esterilização por baixa temperatura que utiliza o formaldeído combina velocidade e eficiência ideal para materiais sensíveis ao calor.

CME

30/11/2017

Esterilização por vapor a baixa temperatura e formaldeído

A esterilização por baixa temperatura que utiliza o formaldeído combina velocidade e eficiência ideal para materiais sensíveis ao calor.

Leia mais
Os instrumentais utilizados durante procedimentos cirúrgicos precisam de cuidados para garantir sua eficiência e  aumentar sua vida útil.

CME

06/09/2017

Como proteger os instrumentais e otimizar o processo de esterilização?

Os instrumentais utilizados durante procedimentos cirúrgicos precisam de cuidados para garantir sua eficiência e  aumentar sua vida útil.

Leia mais
Entenda como as lavadoras ultrassônicas podem otimizar o reprocessamento de instrumentos cirúrgicos na rotina de CME.

CME

13/07/2017

Dificuldade de reprocessamento de materiais cirúrgicos complexos

Entenda como as lavadoras ultrassônicas podem otimizar o reprocessamento de instrumentos cirúrgicos na rotina de CME.

Leia mais
Entenda o que é a esterilização, como funciona a esterilização a vapor e quais são seus principais benefícios na CME.

CME

13/07/2017

Esterilização a Vapor: Segurança e produtividade na CME

Entenda o que é a esterilização, como funciona a esterilização a vapor e quais são seus principais benefícios na CME.

Leia mais
Os biofilmes bacterianos podem oferecer grande risco no processamento de instrumentos cirúrgicos. Veja como evitar!

CME

16/06/2017

O que são biofilmes e seu desafio no reprocessamento seguro

Os biofilmes bacterianos podem oferecer grande risco no processamento de instrumentos cirúrgicos. Veja como evitar!

Leia mais
Investir em equipamentos eficientes pode garantir mais produtividade durante o reprocessamento de materiais médicos.

CME

14/06/2017

Como economizar tempo, espaço e aumentar a produtividade na CME

Investir em equipamentos eficientes pode garantir mais produtividade durante o reprocessamento de materiais médicos.

Leia mais
×