Esterilização por vapor a baixa temperatura e formaldeído

CME
Tempo de leitura: 2 minutos

Os métodos de esterilização atualmente disponíveis para os produtos utilizados nos Estabelecimentos de Assistência à Saúde (EAS) são físicos e físico-químicos gasosos. Atualmente, existem diversas tecnologias disponíveis para a esterilização de artigos críticos, entretanto, a decisão acertada é determinada pela característica de termorresistência do artigo¹.

Os métodos de esterilização a baixa temperatura são essenciais para a esterilização de artigos críticos termossensíveis¹. Um dos métodos de esterilização a baixa temperatura é a utilização de Formaldeído em sua forma gasosa (VBTF).

O formaldeído químico foi descoberto em 1860, por Butlerov, porém suas propriedades bactericidas foram primeiramente relatadas em 1888, por von Loew, e em 1906 Rubner descreve a efetividade bactericida do formaldeído na presença de vapor.²

 

Mecanismo de ação do Formaldeído:

O mecanismo de ação do formaldeído ocorre através da alquilação, em que a aldoxila (CHO-) do formaldeído alquila os átomos de hidrogênio lábeis dos radicais amino (-NH²), hidroxila (-OH), carboxila (-COOH) das proteínas e ácidos nucléicos microbianos, formando pontes metilenicas ou etilenicas, impedindo que esses componentes vitais cumpram suas funções celulares.²

O esterilizador a baixa temperatura por Formaldeído Matachana 130LF, combina velocidade e eficiência. Este esterilizador possui um sistema ideal para esterilização de materiais sensíveis ao calor.

 

 

Com uma câmara com volume de 148 litros, o esterilizador 130LF realiza a esterilização com a combinação de solução de formaldeído a 2% na presença de vapor saturado e com temperatura entre 50°C a 78°C, com duração máxima de tempo de ciclo de 3 horas.

Solução esterilizante:

O esterilizador é fornecido com um dispositivo automático de série que garante um fornecimento seguro de solução esterilizante desde a bolsa até um tanque de armazenamento localizado no interior do equipamento, evitando qualquer tipo de vazamento ou derramamento de solução no chão, ou na direção do usuário.

A solução esterilizante Matachana se apresenta em uma bolsa descartável de LDPE∗, com uma capacidade de 2,7 litros, e uma concentração de formaldeído de 2%. Uma vez que a bolsa está corretamente alojada no compartimento de consumíveis, seu conteúdo é automaticamente esvaziado em um recipiente apropriado, sendo desnecessária qualquer manipulação adicional por parte do usuário.
• Polietileno de baixa densidade. Material reciclável de grande resistência e flexibilidade.

 

Conheça mais sobre o esterilizador Matachana 130LF com um de nossos especialistas!

Referência:
(1) Práticas Recomendadas SOBECC, 6ª edição
(2) Possari, Joao Francisco. Esterilização por Vapor de Baixa Temperatura e Formaldeído

 

 

Aproveite para assistir a nossa playlist com conteúdos sobre Central de Material e Esterilização - CME:

Comentários

Cursos Online | 06/05/2021 às 12:22

Aqui é a Fernanda Lima , gostei muito do seu artigo tem muito conteúdo de valor parabéns nota 10 gostei muito.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts
relacionados

Utilizar caixas de esterilização de transdutores na CME pode ser uma excelente escolha para prolongar a vida útil dos equipamentos.

CME

24/07/2020


Caixas para esterilização de transdutores BK Medical
Tempo de leitura: 2 minutos

Utilizar caixas de esterilização de transdutores na CME pode ser uma excelente escolha para prolongar a vida útil dos equipamentos.

Leia mais
Devido aos grandes avanços da medicina é importante dar mais atenção ao reprocessamento de materiais e instrumentos usados nos procedimentos.

CME

14/04/2020


Os avanços na CME através dos progressos da medicina
Tempo de leitura: 2 minutos

Devido aos grandes avanços da medicina é importante dar mais atenção ao reprocessamento de materiais e instrumentos usados nos procedimentos.

Leia mais
Entenda qual o papel das embalagens para garantir o sucesso no reprocessamento de instrumentos e materiais cirúrgicos.

CME

12/02/2020


Garanta a eficácia do reprocessamento de instrumentais
Tempo de leitura: 2 minutos

Entenda qual o papel das embalagens para garantir o sucesso no reprocessamento de instrumentos e materiais cirúrgicos.

Leia mais
Conheça os tipos de sujidade e quais são as indicações de detergente ideais para aumentar a eficiência da limpeza de instrumentais na CME.

CME

07/11/2019


Como escolher qual detergente usar na CME?
Tempo de leitura: 2 minutos

Conheça os tipos de sujidade e quais são as indicações de detergente ideais para aumentar a eficiência da limpeza de instrumentais na CME.

Leia mais
Em um procedimento cirúrgico, a qualidade e precisão das lâminas cirúrgicas interferem diretamente no sucesso do procedimento, entenda!

CME

13/09/2018


Como a enfermagem pode auxiliar na excelência de procedimentos cirúrgicos?
Tempo de leitura: 2 minutos

Em um procedimento cirúrgico, a qualidade e precisão das lâminas cirúrgicas interferem diretamente no sucesso do procedimento, entenda!

Leia mais
Os instrumentais utilizados durante procedimentos cirúrgicos precisam de cuidados para garantir sua eficiência e  aumentar sua vida útil.

CME

06/09/2017


Quais são as funções primárias do sistema de barreira estéril?
Tempo de leitura: 2 minutos

Os instrumentais utilizados durante procedimentos cirúrgicos precisam de cuidados para garantir sua eficiência e  aumentar sua vida útil.

Leia mais
Entenda o que é a esterilização, como funciona a esterilização a vapor e quais são seus principais benefícios na CME.

CME

13/07/2017


Esterilização a Vapor: Segurança e produtividade na CME
Tempo de leitura: 2 minutos

Entenda o que é a esterilização, como funciona a esterilização a vapor e quais são seus principais benefícios na CME.

Leia mais
Entenda como funciona a esterilização a baixa tempera por peróxido de hidrogênio vaporizado e plasma. Conheça suas vantagens!

25/06/2017


Esterilização a baixa temperatura por peróxido de hidrogênio vaporizado e plasma
Tempo de leitura: 2 minutos

Entenda como funciona a esterilização a baixa tempera por peróxido de hidrogênio vaporizado e plasma. Conheça suas vantagens!

Leia mais
Os biofilmes bacterianos podem oferecer grande risco no processamento de instrumentos cirúrgicos. Veja como evitar!

CME

16/06/2017


O que são biofilmes e seu desafio no reprocessamento seguro
Tempo de leitura: 2 minutos

Os biofilmes bacterianos podem oferecer grande risco no processamento de instrumentos cirúrgicos. Veja como evitar!

Leia mais
Investir em equipamentos eficientes pode garantir mais produtividade durante o reprocessamento de materiais médicos.

CME

14/06/2017


Como economizar tempo, espaço e aumentar a produtividade na CME
Tempo de leitura: 2 minutos

Investir em equipamentos eficientes pode garantir mais produtividade durante o reprocessamento de materiais médicos.

Leia mais