Sialoadenite pós-radioiodoterapia

Bucomaxilo
Tempo de leitura: 2 minutos

A sialoadenite é o termo utilizado para a inflamação das glândulas salivares que, em geral, acontece devido à infecção por vírus ou por bactéria, cálculos salivares, estenoses, entre outras patologias. Os principais sintomas são dor, inchaço e vermelhidão da pele na região das glândulas.

A sialoadenite pode acometer as principais glândulas salivares, são elas: glândula parótida sublingual ou a submandibular, muito frequentes em pacientes com câncer de tireoide após a terapia ablativa com altas doses de radioiodo (radioiodoterapia).

Além disso, estudos mostram que cerca de 70% dos pacientes submetidos à radioiodoterapia têm como efeito colateral do tratamento repetidas inflamações nas glândulas salivares, a chamada sialoadenite, resultando em boca seca, aparecimento de pequenas fissuras e feridas ao redor da boca, saliva grossa e, muitas vezes, purulência e vermelhidão na pele.

sialoendoscopia

 

Sialoendoscopia

Observa-se, ainda, que não faz parte da prática da anamnese de acompanhamento perguntas sobre a saliva, então, caso sinta alguma alteração informe ao seu médico para que ele investigue e trate a sialoadenite.

Nos casos em que a inflamação se repita frequentemente, a qualidade e a quantidade da saliva estejam prejudicadas e os tratamentos conservadores não trazem bom resultado, a sialoendoscopia pode ser uma excelente opção.

É possível realizar o procedimento com o objetivo de limpar os ductos salivares retirando muco, pus e outras partículas acumuladas pelo baixo fluxo salivar de forma a melhorar consideravelmente a saliva, reestabelecendo a função do paciente.

Por ser um procedimento minimamente invasivo, uma vez que é feita uma dilatação do ducto salivar principal da glândula, é introduzido um miniendoscópio que tem espessura entre 0.75mm e 1.6mm e através deste miniendoscópios é realizada a introdução de microinstrumentos para a realização da cirurgia.

A sialoendoscopia pode ser realizada em ambulatório com anestesia local ou geral, é um procedimento rápido e sem incisões. Este avanço tecnológico permite que pacientes com sialoadenite e outras patologias das glândulas salivares possam ter de volta qualidade e quantidade de saliva para se alimentar sem o auxílio de líquidos, saliva artificial ou, ainda, evitar a retirada da glândula inflamada.

Saiba mais

 

 

Por fim, consulte seu médico de confiança para maiores informações sobre a Sialoendoscopia.

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts
relacionados

Conheça as principais indicações para o tratamento das glândulas salivares através da Sialoendoscopia, procedimento minimamente invasivo.

Bucomaxilo

08/10/2020


Sialoendoscopia - Indicações para endoscopia das glândulas salivares
Tempo de leitura: 2 minutos

Conheça as principais indicações para o tratamento das glândulas salivares através da Sialoendoscopia, procedimento minimamente invasivo.

Leia mais
A Sialoendoscopia é uma técnica minimamente invasiva utilizada para exame e tratamento de doenças benignas das glândulas salivares.

Bucomaxilo

19/09/2020


O que é a sialoendoscopia?
Tempo de leitura: 2 minutos

A Sialoendoscopia é uma técnica minimamente invasiva utilizada para exame e tratamento de doenças benignas das glândulas salivares.

Leia mais
Você sabe o que é a endoscopia das glândulas salivares, quais as suas aplicações e como ela funciona? Veja a matéria completa.

Bucomaxilo

04/06/2011


O que é a Endoscopia das Glândulas Salivares?
Tempo de leitura: 2 minutos

Você sabe o que é a endoscopia das glândulas salivares, quais as suas aplicações e como ela funciona? Veja a matéria completa.

Leia mais