Instrumentais para retirada endoscópica de vasos

Cardiologia

A EVH (Endoscopic Vessel Harvesting – Coleta Endoscópica de Vasos) é uma técnica realizada para obter os vasos de enxerto. Essa abordagem deve anteceder a cirurgia de revascularização do miocárdio (mais conhecida como “Ponte de Safena”), abordagem que deve ser realizada quando ocorre alguma obstrução das coronárias (vasos que irrigam o coração) e que pode levar ao infarto.

Esses vasos sanguíneos podem ser retirados da perna – veia safena, braço – artéria radial ou do tórax – artéria mamária do paciente. Normalmente opta-se pela veia safena por ser a maior e dessa forma é possível realizar duas ou mais anastomoses. Esses vasos restauram o fluxo de sangue dos vasos comprometidos (by-pass).

Antes da implantação da técnica endoscópica, a retirada da veia era feita por um longo corte longitudinal na perna ou por diversas incisões menores que vão desde a virilha até o tornozelo, ou seja, uma abordagem bastante invasiva. Já quando a veia é retirada por via endoscópica, temos uma grande redução do corte no membro inferior para uma única incisão de no máximo dois centímetros, o que traz menos complicações pós-operatórias e uma recuperação mais rápida do paciente.

Assim, os objetivos dessa técnica são o menor trauma cirúrgico tanto dos vasos quanto dos tecidos vizinhos, a melhor recuperação do paciente, com menos dor e complicações pós-operatórias, culminando com diminuição da permanência hospitalar e consequente redução de custos. Outro ponto é o aspecto estético e a satisfação gerada no paciente.

Para a retirada minimamente invasiva da artéria radial ou da veia safena para a cirurgia de derivação (by-pass), a KARL STORZ disponibiliza um sistema totalmente reutilizável. Ele consiste em um retrator/afastador, ótica de visão oblíqua, dissector circular, tesoura de METZENBAUM ROBI®, pinça de LUTZ ROBI®, aplicador de clipes e clipes.

 

.

É um set totalmente reprocessável e reutilizável, ou seja, não há dependência de itens consumíveis, proporcionando uma significativa vantagem de custo
O desing dos produtos foi desenvolvido especialmente para se adequar à anatomia para a retirada de veias e artérias. Além disso, a ótica HOPKINS® proporciona uma exibição nítida do campo cirúrgico com excelente qualidade de imagem.

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts
relacionados

Conheça a solução completa IMAGE1 S, que utiliza modularidade na videocirurgia para oferecer as mais diversas aplicações cirúrgicas.

Cirurgia Geral

15/08/2018

Modularidade na videocirurgia - Conceitos e vantagens

Conheça a solução completa IMAGE1 S, que utiliza modularidade na videocirurgia para oferecer as mais diversas aplicações cirúrgicas.

Leia mais
Entenda mais sobre a tecnologia do LED e como ele pode ser essencial na evolução dos procedimentos cirúrgicos.

Cirurgia Geral

13/02/2018

O futuro da iluminação nos procedimentos cirúrgicos

Entenda mais sobre a tecnologia do LED e como ele pode ser essencial na evolução dos procedimentos cirúrgicos.

Leia mais
A fumaça cirúrgica pode oferecer vários riscos a médicos, pacientes e enfermeiros, contudo é possível evitar esse cenário no centro cirúrgico.

Cirurgia Geral

02/10/2017

Quais são os riscos da fumaça no centro cirúrgico?

A fumaça cirúrgica pode oferecer vários riscos a médicos, pacientes e enfermeiros, contudo é possível evitar esse cenário no centro cirúrgico.

Leia mais
Conheça a evolução da videocirurgia KARL STORZ em imagens com tecnologia 3D. Saiba mais sobre a cirurgia minimamente invasiva.

Cirurgia Geral

14/09/2017

Videocirurgia com imagem em 3D - Conheça as vantagens

Conheça a evolução da videocirurgia KARL STORZ em imagens com tecnologia 3D. Saiba mais sobre a cirurgia minimamente invasiva.

Leia mais
×