Como se prevenir do câncer colorretal?

Câncer Colorretal, Coloproctologia
Anualmente no Brasil, são registrados mais de 150 mil casos de câncer Colorretal no Brasil (Fonte: Inca- Instituto Nacional do Câncer). Esse tipo de câncer acomete o intestino grosso de forma parcial ou total (cólon e reto) e tem como característica importantíssima a sua origem a partir de lesões chamadas pólipos. Os pólipos são pequenas elevações na parede do cólon e/ou do reto e que crescem muito lentamente, podendo levar muitos anos para se tornarem malignos. Tais pólipos podem ser identificados e retirados antes de se transformarem em tumores malignos, através da colonoscopia. E como prevenir o câncer colorretal?
  • Evitar os fatores que estão relacionados com o desenvolvimento de câncer colorretal
  • Adotar uma dieta rica em frutas, verduras e vegetais,
  • Evitar carnes vermelhas e embutidos,
  • Praticar exercícios físicos,
  • Combater a obesidade,
  • Não fumar,
  • Não ingerir bebidas alcoólicas em excesso.
Entretanto, há necessidade de se submeter a exame de rastreamento, uma vez que essas medidas não são 100% eficazes. O exame mais importante e eficiente continua sendo a colonoscopia, onde pode se visualizar todo o cólon e reto. Em casos de histórico familiar a colonoscopia deve ser iniciada mais precocemente a partir dos 40 anos de idade, e pacientes do sexo masculino são mais suscetíveis. Atualmente a tecnologia existente nos colonoscópios, os videoendoscópios utilizados nos exames, é extremamente avançada, assim como na cirurgia videolaparoscópica. Os equipamentos fornecem imagens com alta resolução, e apresentam, por exemplo, modificações no espectro de visualização das imagens, os quais permitem a identificação de estruturas anatômicas no intestino, que podem representar tipos de câncer precoce. Durante a colonoscopia, pode-se retirar com o auxílio de instrumentais e acessórios de eletro coagulação, tais lesões, evitando abordagens mais agressivas junto ao paciente, como por exemplo, tratamento cirúrgico. É necessária a conscientização por parte da população em geral, em consultar um Coloproctologista de confiança regularmente, a partir dos 40 anos para acompanhamento anual, além de reeducação alimentar e mudança de hábitos de vida. Imagens de um Exame Colonoscópico, notem o momento da Biópsia, para análise de um patologista.
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts
relacionados

A ETM é uma alternativa cirúrgica para tratamento de tumores localizados no reto normalmente associada a melhores resultados.

Câncer Colorretal

11/09/2018

Plataforma otimizada para excisão total do mesorreto transanal

A ETM é uma alternativa cirúrgica para tratamento de tumores localizados no reto normalmente associada a melhores resultados.

Leia mais
×